Seguradoras como fontes de dados na nova lei do Cadastro Positivo

Existem muitas dúvidas sobre o Cadastro Positivo quando falamos de seguradoras. Queremos ajudar as empresas envolvidas, e ficamos à disposição para tirar quaisquer dúvidas que possam surgir.

Vocês já estão se preparando para esta nova realidade?

A legislação que disciplina o Cadastro Positivo considera como fonte pessoa natural ou jurídica que conceda crédito, administre operações de autofinanciamento ou realize venda a prazo ou outras transações comerciais e empresariais que lhe impliquem risco financeiro, inclusive as instituições autorizadas a funcionar pelo Banco Central do Brasil e os prestadores de serviços continuados de água, esgoto, eletricidade, gás, telecomunicações e assemelhados (inciso IV do art. 2º da Lei 12.414/2011, na versão da Lei Complementar 166/2019).

A falha no envio das informações restringe as chances do consumidor de acesso ao crédito justo e, por esta razão, as fontes poderão sofrer reclamações daqueles prejudicados pela ausência de tais informações, inclusive junto aos órgãos de defesa do consumidor. As informações das seguradoras são muito relevantes na composição do histórico de crédito, pois estão vinculadas à análise de risco de crédito ao consumidor.

Por isso, é evidente que as seguradoras que melhor se adequarem ao cumprimento da regulação na condição de fonte terão um diferencial em comparação a seus concorrentes no mercado.


Buscar por período:

TAGS

Posts relacionados

Recuperação de crédito sobe 1,5% em novembro

O indicador de recuperação de crédito – obtido a partir da quantidade de exclusões dos registros de inadimplentes da base da Boa Vista – registrou avanço de 1,5% em novembro contra outubro, já descontados os efeitos sazonais. Na comparação com novembro de 2018, houve aumento de 4%. No ano, porém, o indicador acumula queda de…

[PESQUISA] Consumidores pretendem gastar em média R$ 564 com todas as compras de Natal e Fim de Ano

Em pesquisa feita com 1.300 consumidores, em todo o Brasil, a Boa Vista constatou que o valor médio total pretendido gastar com todas as compras para as festas de Natal e Fim de Ano, incluindo despesas com viagens e alimentação, é de R$ 564,95. Em 2018 o valor médio foi de R$ 482,54. O levantamento…

Empresas ganham agilidade e minimizam riscos de inadimplência ao usarem o Score PJ no processo de decisão de crédito

Estudos analíticos da Boa Vista apontam que o comportamento de pagamento dos sócios explica cerca de 65% do risco de uma empresa tornar-se inadimplente. Assim, ao analisar uma empresa, uma opção é fazer uso do Score PJ, uma pontuação de crédito que leva em conta o comportamento da Pessoa Jurídica e também de seus sócios…